Skip to content

Gigantes

Gigante
Gigante. Imagem de Caio Monteiro

O gigante é uma criatura de aspecto humanoide que se caracteriza por possuir tamanho e força descomunais.

Os gigantes aparecem numa infinidade de lendas e lhes são atribuídas muitas das catástrofes que se viveram durante a história. Os antigos acreditavam que eram capazes de partir montanhas e provocar avalanches, ou de secar um rio bebendo de sua fonte.

A origem dos gigantes

Os gigantes são, geralmente, seres cruéis, selvagens e primitivos. Foram criados a partir do Caos, no mesmo momento em que se definiram os quatro elementos da vida, o bem e o mal.

Seu caráter tosco e agressivo se incrementou quando os deuses quiseram controlá-los. Durante séculos as deidades tentaram submeter os gigantes, isto derivou em violentas e intermináveis batalhas. Se pensava que os terremotos e as avalanches eram consequências das brutais lutas entre os gigantes e os deuses.

Com o tempo os deuses conseguiram exilar os gigantes à terra definitivamente, mas não a todos. Alguns se submeteram à vontade dos deuses e lhes foi permitido permanecer no céu e nas nuvens.

Os gigantes desterrados se espalharam por todo o mundo, por isso aparecem nas lendas de, praticamente, todas as culturas de que se tem conhecimento. Na idade medieval se assegurava a sua existência, pois, só assim era possível explicar as enormes construções de civilizações antigas.

Gigante destruindo uma fortaleza. Imagem de Jarrod Owen

Os gigantes e a mitologia

Uma das raças de gigantes mais conhecida na mitologia grega são os ciclopes. Gigantes de um só olho, mestres ferreiros e forjadores do raio de Zeus e das incríveis armas dos deuses.

Na mitologia mesopotâmica se contavam as aterradoras histórias do gigante Humbaba, o cuspidor de fogo. Este gigante era o Guardião do Bosque de Cedros, na morada dos deuses, e seu aspecto era realmente peculiar. Tinha o rosto envolto em intestinos abertos e suas garras eram como as de um leão. Era tão feroz que só podiam entrar no bosque que protegia, aqueles que possuíam amuletos contra demônios. Quando os lendários heróis Gilgamesh e Enkidu adentraram no bosque, deram morte a Humbaba sem saber que era uma besta sagrada. Os deuses castigaram Gilgamesh arrebatando-lhe seu companheiro Enkidu.

No norte da Europa as lendas relatam sobre enormes e terríveis seres conhecidos como trolls que viviam em cavernas e tocas. Saíam durante a noite, pois, a luz solar os transformava em pedra.

Nos bosques do Canadá se conta a lenda do wendigo, um espirito de ar que se manifesta com a forma de um gigante canibal em putrefação. Seu objetivo é aterrorizar e devorar aqueles que adentrem nos bosques, sejam adultos ou crianças. Este ser rara vez se manifesta fisicamente, sua presença é muito sutil, ele desliza pelos ares, entre o vento e as tempestades. Persegue os viajantes, os faz correr de medo ou os paralisa com seu uivo aterrador, as vítimas nunca sabem se o wendigo realmente está ali ou se são os sussurros do vento.

Características de um gigante

O principal atributo de um gigante é seu tamanho, e este é verdadeiramente variável. É possível encontrar exemplares de aproximadamente 4 metros, estes são os mais comuns, até chegar a exemplares, cada vez mais raros, de até 100 metros de altura.

Os gigantes terrestres possuem uma inteligência bem limitada, ainda que seja suficiente para suas necessidades. Confiam em sua força para resolver seus problemas.

São seres solitários, mas se unem para caçar e saquear. As lendas contam que se alimentam de rochas, árvores, animais e pessoas, principalmente crianças.

Preferem o combate corpo a corpo e usam sua força para esmagar, golpear e lançar seus inimigos pelos ares, suas armas preferidas são a clava e seus próprios braços e pernas. Mas não se engane, seu tamanho e força lhes permite lançar enormes pedras contra seus inimigos à distância.

Dar morte a um gigante é uma tarefa realmente complicada. Diz-se que a única forma de acabar com eles é cortando-lhes a cabeça, mas, se bem este método é infalível, não é o único. Um golpe certeiro, como o de David a Goliat pode ser muito efetivo, ainda que muito difícil de fazê-lo. O mais eficaz é primeiro debilitar a grossa pele do gigante com ácido ou fogo e então feri-lo de morte.

Tipos de gigantes

Há dois grandes grupos de gigantes; os que foram desterrados à terra e se converteram em malvados e cruéis seres em busca de destruição, e os que permaneceram no céu, levando uma vida organizada e dedicada ao bem.

Entre os gigantes terrestres encontramos os Gigantes das Colinas, criaturas de uns 3 metros, com pele grossa e pelos densos, o que os torna mais parecidos a um símio que a um humano; os Gigantes de Pedra, humanóides de pele cinzenta que se assemelha à superfície de uma rocha, pelo que se camuflam bem em seu habitat; e os Gigantes de Fogo, os mais terríveis deste grupo. Sua pele é uma grossa crosta de carvão, são imunes ao fogo, e seus cabelos ardem em chamas.

Entre os gigantes celestiais encontramos os Gigantes das Nuvens, enormes figuras com pele e cabelos brancos, são excelentes estrategistas dotados de  talento criativo; e os Gigantes da Tempestade, que contam com habilidades para controlar o clima e a água, além de serem capazes de levitar.

Se você gostou, não esqueça de avaliar o artigo

Avaliação: 4.7/5 (3 votos)
Por favor, ajude-nos a compartilhar esta página em suas redes sociais para que possamos alcançar mais pessoas que precisam de nossa ajuda nesses temas. Você só precisa clicar em um dos botões abaixo. Obrigado!

Participa, deixe seu comentário